VIII NEER - Das Metamorfoses à Resiliência

O NEER: A Rede NEER (Núcleo de Estudos em Espaço e Representações) busca ampliar e aprofundar a abordagem cultural na Geografia, focando nas questões relacionadas aos estudos sobre o espaço e suas representações, entendendo as representações como uma ampla mediação, que permitem agregar o social e o cultural, abarcando também a temática das metamorfoses à Resiliência.

Resiliência é a potencialidade ativa de reinvenção e transformação no horizonte da existência. Como uma árvore que ressurge em meio as cinzas, os sujeitos descobrem nas suas práticas modos de incorporar outros elementos que possibilitem enfrentar a realidade disruptiva. Ser resiliente implica na gênese de novas formas de relacionar-se ao meio e lidar com dificuldades.

O brotar resiliente emerge como um enfrentamento ativo que visa desafiar as imposições. Nas fissuras das opressões, os sujeitos reexistem dinamicamente por meio da virtualidade de suas práticas. Pela relação corporificada com os lugares, territórios e paisagens, (re)criam formas espaciais que reverberam os significados de suas representações.

Desse modo, após a metamorfose, o desafio da resiliência é o de reafirmar sua existência e criar estratégias de reinvenção. Na sua segunda década de existência, o NEER reafirma sua presença na Geografia brasileira e sua postura subversiva. Ao centrar-se na resiliência, o VIII seminário objetiva oportunizar o debate sobre os desafios de reinvenção teórico-metodológica para decifrar as práticas e representações socioculturais dos sujeitos na contemporaneidade.

As mesas temáticas reconstituem um processo constante de transformações. A primeira, o fogo, implica em uma situação de alta entropia que causa perturbação a um determinado ambiente. Por meio da segunda, a resistência, alude-se a capacidade primária de resposta a situação disruptiva, os elementos que fortalecem aquele local. Por fim, o brotar, na terceira mesa, surge como uma potencialidade permanente de reinvenção, de enfrentamento ao distúrbio.

Objetivos do evento: Estimular o intercâmbio e a articulação com pesquisadores das ciências ambientais, sociais e geográficas em geral em relação aos estudos sobre espaço, cultura, representação e a resiliência como potencialidade ativa de reinvenção e transformação no horizonte da existência. Avançar e aprofundar o debate teórico e metodológico sobre a abordagem cultural na Geografia, enfocando as diversidades de expressões, percepções e representações sobre o espaço.

Atividades Previstas: Para atingir os objetivos há uma série de atividades previstas para a realização do evento, como: conferências (estrangeiro e nacional), mesas-redondas, rodas de conversa, exposição de banners, fotografias, espaços de diálogos, trabalho de campo, lançamento de livros e premiações. Essa proposta de atividades mostra que ao centrar-se na resiliência, o VIII seminário objetiva oportunizar o debate sobre os desafios de reinvenção teórico-metodológica para decifrar as práticas e representações socioculturais dos sujeitos na contemporaneidade.Desse modo, após a metamorfose, o desafio da resiliência é o de reafirmar sua existência e criar estratégias de reinvenção.

Público alvo:

  • Pesquisadores das ciências humanas, sociais e sociais aplicadas
  • Estudantes de pós-graduação e graduação
  • Profissionais da educação básica
  • Profissionais que atuam em órgãos e instituições públicos ou ONGs
  • Representantes de associações e das comunidades interessadas

Setores temáticos:

  • Representações do espaço e ensino
  • Linguagens, imagens e ritmos
  • Mundos da religião e religiões no mundo
  • Corpo, gênero e sexualidades
  • Práticas e saberes de gentes tradicionais
  • As práticas espaciais e os espaços apropriados
  • Gestão Espacial – Horizontalidade e Verticalidades
  • Representações da Cidade e do Urbano
  • Saberes e sabores

Datas Importantes:

  • Resumo expandido: até 01/05/2020
  • Divulgação do aceite: 31/05/2020
  • Trabalho completo: 30/07/2020
  • Inscrições com apresentação de trabalho: 30/07/2020.
  • Inscrições sem apresentação de trabalho: 05/09/2020.